Editor

.

Linha Editorial

  • "Mídia Construtiva é também lançar o olhar crítico sobre problemas, apontar falhas, denunciar. Contribuindo para a corrente que tenta transformar o negativo em positivo."

    Leia mais ...
Sexta, 15 Março 2013 14:08

Novos barcos na travessia do Marco Zero ao Parque de Esculturas

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

*Com informações da Assessoria de Imprensa da PCR 

Desde a última quarta-feira (13) onze barcos do Projeto Marco Zero a Brennand estão à disposição para a travessia de turistas e recifenses que saem do Marco Zero, no Recife Antigo, para visitar o Parque de Esculturas de Francisco Brennand. O projeto é uma parceria da Prefeitura com a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe).

O objetivo da Secretaria de Turismo e Lazer é aprimorar a atividade turística no Bairro do Recife, estruturando melhor o trajeto ao molhe do Porto, onde está localizado o Parque de Esculturas. Até agora a travessia vinha sendo feita em barcos (denominados catraias) com motores mais fracos, necessitando utilizar o remo com frequência, tendo pouca segurança, sem conforto e sem nenhuma padronização. As 11 novas embarcações obedecem a uma padronização, com capotas com logomarca e fardamento para os barqueiros (catraieiros).  

As embarcações são simples, de madeira, mas todos os 11 barcos foram vistoriados e aprovados pela Marinha e estão regulamentados para a travessia marítima. O tipo de barco não poderia ser diferente por conta da pouca profundidade do local e das pedras nesse trecho da água. Reparos e manutenção também foram realizados nas escadarias para embarque e desembarque dos passageiros.  

Além disso, os catraieiros já passaram por um processo de qualificação profissional, para conhecer melhor a área em termos histórico e cultural e, dessa forma, oferecer mais qualidade no atendimento ao turista.

“A ação já visa um aumento no número de passeios no local, por conta do aumento da demanda turística no Recife e pela proximidade da Copa de 2014”, comenta o secretário de Turismo e Lazer do Recife, Felipe Carreras.

Com barcos melhores e mais qualidade no atendimento, o projeto também é uma iniciativa de inclusão social. Com a otimização das visitas ao Parque de Esculturas, a previsão é que haja um aumento na rentabilidade das famílias dos catraieiros, que fazem parte da cadeia produtiva do turismo.

*Fotos: Marcos Pastich/PCR

twitter

Apoio..................................................

mercado_etico
ive
logotipo-brahma-kumaris