Editor

.

Linha Editorial

  • "Mídia Construtiva é também lançar o olhar crítico sobre problemas, apontar falhas, denunciar. Contribuindo para a corrente que tenta transformar o negativo em positivo."

    Leia mais ...
Segunda, 19 Agosto 2013 15:23

Um mestre do fotojornalismo

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Por Bárbara Buril (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ), publicada na edição de 19 de agosto do Jornal do Commercio

Com 50 anos de carreira, o fotógrafo Pedro Luiz vivenciou a era de ouro dos filmes analógicos, até a consagração das máquinas digitais na imprensa. Trabalhou por 15 anos no Jornal do Commercio, e passou ainda pelas redações das revistas O Cruzeiro, Manchete, Realidade e pelos jornais O Globo e Diario de Pernambuco. Expert em fotojornalismo, Pedro Luiz recebe homenagem hoje, no Dia Mundial da Fotografia, de alunos do curso de fotografia da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), junto com o fotógrafo Gilberto Marcelino. Ambos são agraciados com o Prêmio Alcir Lacerda. O evento acontece às 19h, no auditório da Livraria Cultura do Shopping Paço Alfândega.

Apesar de ter recebido diversos prêmios com imagens registradas nos velhos e bons filmes fotográficos, Pedro confessa ter se decepcionado várias vezes com as películas. "Na cobertura da vinda do papa João Paulo II para o Rio Grande do Norte, não registrei nenhuma imagem, porque o filme simplesmente não engatou na peça que gira. Quando o evento terminou, abri a câmera e vi que a película estava dentro do rolo. Foi decepcionante", conta. A sorte de Pedro foi que um colega da Folha de S. Paulo fez a caridade de lhe dar um dos seis rolos que havia usado na cobertura. "Me desarmei todo e comecei a chorar. Ele ainda disse para eu colocar o crédito como meu", revela.

A homenagem que recebe hoje é resultado de muito trabalho e talento. Ele conhece o ônus e o bônus da profissão. Outro evento que fez o sangue do fotojornalista ferver aconteceu quando ele foi fotografar um foguete, que havia caído em matas maranhenses. Depois de pegar um ônibus até a cidade de Santa Inês, um caminhão para uma pequena vila e um burro até o foguete, Pedro fez a fotografia. Voltou satisfeito, mas quando colocou os filmes para revelar, em uma empresa de Santa Inês, as imagens ficaram escurecidas e película se perdeu. "O dono usava um químico com uma temperatura muito alta, acima dos 22 graus. Consegui solucionar o problema quando encontrei um trocinho de filme que eu tinha guardado. Revelei ele colocando gelo no químico", compartilha.

A adrenalina da profissão foi compensada com os prêmios. Um deles veio com a fotografia Tempo quente no Recife. Quando caminhava pela Ponte Buarque de Macedo, viu que o vento levantava constantemente a saia de uma mulher que estava na sua frente. Colocou a câmera a postos até que o vento levantou as roupas completamente. "Fui ético e disse a mulher que tinha tirado uma foto de sua calcinha. Ela começou a rir, disse que não era para eu ter feito isso, e foi embora", conta. O registro recebeu um prêmio da Prefeitura do Recife.

Tempo quente no Recife atesta a forma intuitiva de Pedro Luiz fotografar. Não pensava muito, antes de dar o clique. Afinal, como ele mesmo diz, a experiência é a mãe da ciência. O fotógrafo foi agraciado com premiações da Polícia Militar, devido às imagens que fez de assaltos e resgates na cidade. Mas uma ainda não foi reconhecida com homenagens: a de um aleijado conduzindo uma cega. Para Pedro, essa é a sua melhor foto. "Se as pessoas tivessem esse espírito de solidariedade, o mundo seria melhor", defende, mostrando os motivos pelo qual a imagem lhe sensibiliza.

Serviço:

Homenagem a Pedro Luiz e Gilberto Marcelino - Nesta segunda, 19 de agosto, às 19h, na Livraria Cultura do Shopping Paço Alfândega. Endereço: Rua Madre de Deus, s/n, Bairro do Recife. Entrada gratuita. Informações: 2102-4033

Última modificação em Segunda, 19 Agosto 2013 15:30

twitter

Apoio..................................................

mercado_etico
ive
logotipo-brahma-kumaris