Editor

.

Linha Editorial

  • "Mídia Construtiva é também lançar o olhar crítico sobre problemas, apontar falhas, denunciar. Contribuindo para a corrente que tenta transformar o negativo em positivo."

    Leia mais ...
Quarta, 13 Novembro 2013 19:28

Dez biografias inspiradoras que você deve ter na estante

Escrito por 
Avalie este item
(2 votos)

Da EcoD

Biografias são sempre inspiradoras. O gênero possibilita conhecer a fundo personalidades que admiramos e descobrir que apesar da grande trajetória são “meros mortais”. Há centenas de histórias de vida motivadoras contadas em livros.

O EcoD fez uma seleção de nove obras que contam o percurso de vida de grandes nomes do ativismo ambiental, além de uma biografia dos livros que você deve conhecer na área. Confira:

 

50 Grandes Ambientalistas: de Buda a Chico Mendes – Joy A. Palmer  

Cinquenta trajetórias inspiradoras em uma só obra. Esta proposta do livro 50 Grandes Ambientalistas, que reúne perfis narrando como personagens tão diferentes como São Francisco de Assis, Marx, Darwin, Gandhi ou Heidegger influenciaram o movimento e a história do ambientalismo. Segundo a editora, ao reunir as ideias dos principais ecologistas do século Va.C. ao XXI, este livro oferece uma fascinante visão de como a humanidade convive com a natureza, a enxerga e a pensa.

Chico Mendes: Crime e Castigo – Zuenir Ventura  

Quando o ex-editor do Jornal do Brasil, Marcos Sá, designou Zuenir Ventura para cobrir o assassinato de Chico Mendes, ele, que achava os ambientalistas “uns chatos” relutou em voar até o Acre. Duas semanas depois, porém, o repórter não só fazia uma das mais aprofundadas coberturas do caso, bem como se envolveu tanto a ponto de adotar um dos meninos da região. O resultado pode ser conferido nesta obra, que reúne a saga de Chico, os desdobramentos do seu assassinato e uma revisita a região 15 anos depois.

Caminhos da liberdade: a luta pela defesa da selva – Javier Moro  

A narrativa fascinante da obra de Javier Moro também desvenda a trajetória e o assassinato de Chico Mendes. No entanto, a saga do ambientalista é entrecortada pela vida do homem que tirou a sua, tornando-o um mártir da causa ambiental. “Ora lido como romance policial, ora como relato histórico, este livro reconstrói, com a mesma paixão com que Chico Mendes defendeu a Amazônia, o drama da ocupação da selva, que tingiu de sangue as águas que a cortam. Uma longa e silenciosa tragédia a que Chico Mendes deu voz”.

O Banqueiro dos Pobres – Muhammad Yunus  

Muhammad Yunus fez do seu trabalho um modo de ajudar as pessoas. Em 1976, o economista resolveu fundar um banco que emprestasse dinheiro às camadas mais vulneráveis da população de Bangladesh (quase a totalidade dos cidadãos do país) a juro zero. Foi a primeira vez que se ouviu falar no microcrédito. A ideia rendeu a Yunus o Prêmio Nobel da Paz em 2006. Neste livro, Yunus conta sua trajetória e a do Grameen Bank (Banco das Vilas), que hoje ajuda a 6 milhões de pessoas a montarem seu micronegócio, iniciativa que ajuda a fomentar a inclusão social e a geração de renda.

Meu Jeito de Fazer Negócios – Anita Roddick  

Considerado um dos livros de cabeceira do empreendedorismo, o “Meu jeito de fazer negócios”, da inglesa Anita Roddick, conta a história de seu empreendimento ‘The Body Shop’, uma empresa de cosméticos que, além de vender produtos naturais, com matérias-primas sem agrotóxicos, utilizam embalagens feitas de materiais recicláveis. Na autobiografia, a empresária explica como é possível liderar uma empresa mantendo a responsabilidade e a ética corporativa.

Marina – A vida por uma causa – Marília de Camargo César

“Marina está voltada para o amanhã”, assim define o cineasta Márcio Meirelles, no prefácio deste livro. A obra narra a trajetória de Marina Silva: sua infância difícil em um seringal do Acre, sua alfabetização tardia e o início de sua militância ao lado de Chico Mendes, até chegar ao poder nos cargos de senadora e ministra do Meio Ambiente, que ocupou antes de surpreender ao ser votada por mais de 20 milhões de pessoas na eleições presidenciais de 2010.

A História de Jacques Cousteau: o Homem-Peixe – Jennifer Berne  

Foi escrita para as crianças, mas esta biografia de Jacques Costeau serve para qualquer um lembrar o verdadeiro valor de um sonho. O livro conta a história do pequeno Jacques, que queria mesmo era virar um homem-peixe. Apaixonado pelo mergulho, o famoso oceanógrafo viajou pelos mares para mostrar ao mundo novas espécies de animais e plantas e também o problema da poluição dos oceanos causada por lixo e produtos químicos tóxicos.

Abraçar a Vida: Mulher, Ecologia e Desenvolvimento – Vandana Shiva  

Quando na década de 1970, a física indiana Vandana Shiva recebeu uma foto daquele que ficou conhecido como o Movimento das Mulheres de Chipko, formado por mulheres camponesas que se amarravam às árvores para impedir sua derrubada e o despejo de lixo atômico na região, decidiu abandonar a física e se tornar militante em sua terra natal. A trajetória do movimento Shiva conta neste ensaio biográfico, ainda sem tradução para o português, considerado um marco do ecofeminismo.

Sinfonia Inacabada – Lilian Dreyer  

A preservação ambiental entrava o progresso econômico? Para José Lutzenberger essa indagação é absurda, já que nenhum progresso consistente é possível sem preservação. O legado do ambientalista gaúcho que girou o mundo em defesa da natureza, com um discurso mais atual do que nunca, está imortalizada nesta obra da jornalista Lilian Dreyer.

Os 50 + Importantes Livros em Sustentabilidade  

Uma biografia das obras fundamentais para quem quer se aprofundar nos temas ambientais, o livro é uma tradução da obra “The top 50 sustainability Books”, da Universidade de Cambridge. Em suas páginas, é possível encontrar uma verdadeira discussão sobre todas as obras verdes de mais destaque já publicadas.

twitter

Apoio..................................................

mercado_etico
ive
logotipo-brahma-kumaris