Editor

.

Linha Editorial

  • "Mídia Construtiva é também lançar o olhar crítico sobre problemas, apontar falhas, denunciar. Contribuindo para a corrente que tenta transformar o negativo em positivo."

    Leia mais ...
Quinta, 14 Novembro 2013 19:20

Campanha alerta para a prevenção do câncer de mama e do colo do útero

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Com maior oferta do que demanda no atendimento ao câncer de mama e do colo do útero, Pernambuco tem um novo desafio no combate a essas duas doenças: divulgar junto às mulheres a necessidade do exame preventivo. Para isso o Governo do Estado iniciou, nesta quinta-feira (14/11), o Seminário Estadual de Enfrentamento ao Câncer de Mama e do Colo do Útero, no Centro de Convenções. O governador Eduardo Campos fez a abertura do evento, que reúne profissionais de saúde, gestores e representantes das sociedades científica e civil organizada.

Eduardo realçou a importância de se investir na publicidade das ações de prevenção, uma vez que o estado já oferece os exames preventivos gratuitamente pelo SUS em ambos os casos. "Aqui, temos mais oferta de exames de mamografia e citopatológico do que procura. E a partir do momento em que a mulher fica sabendo que é um direito, que tem disponível e que é importante fazer na rotina, estabelece uma cultura de ter esse cuidado, que pode salvar muitas vidas", defendeu o governador.  "A cada quatro consultas de mamografia, uma fica esperando a chegada da mulher. A de citopatologia é até mais, quase a metade. De cada duas, uma fica vazia", completou Eduardo.

Os cânceres de mama e de colo do útero são apontados como uma das principais causas  de morte entre mulheres jovens no Brasil. Se feito o diagnóstico precocemente, a enfermidade tem alto índice de cura. "É fundamental o diagnóstico precoce, para que possamos obter a meta de 100% de cura nos casos de câncer do colo do útero, e de 90% nos de mama", informou o secretário de Saúde, Antônio Carlos Figueira. Só em 2012, mais de R$ 2,4 milhões foram investidos na contratação de novos serviços para ampliar a oferta de exames de detecção do câncer do colo do útero. Este ano, já foram contratados dez novos serviços de mamografia, representando um acréscimo de 151.160 exames e um investimento de R$ 6,8 milhões.

Durante o evento, o governador ainda informou que "o Governo do Estado tem o compromisso de garantir, em até 90 dias após o diagnóstico, o atendimento indicado pelos médicos para o enfrentamento dessas doenças". Para tanto, além do Seminário e das peças publicitárias, o Estado prevê, até 2014, outra ampliação dos exames de mamografia, com a contratação de novos serviços. Atualmente, Pernambuco conta com 89 serviços de mamografia na rede pública e conveniada de saúde, além de ter implantado, desde 2010, sete serviços de Cirurgia de Alta Frequência (CAF) nos hospitais regionais do Estado para o tratamento de mulheres com diagnóstico de lesões precursoras do câncer do colo do útero. 

A  mobilização social também envolve as secretarias municipais, que, por sua vez,  procurarão associações, sindicatos, cooperativas e igrejas para reforçar a divulgação. "Há uma questão cultural machista muito forte aqui no Nordeste, mas que tem que ser superada. Para romper de vez com isso, precisaremos do envolvimento dos profissionais de saúde, para fazer os exames já no primeiro atendimento, nas unidades básicas de saúde. Vou, inclusive, pessoalmente, a partir de segunda-feira (18/11), percorrer todas as regionais de saúde do Sertão realçar a importância dessa mobilização", pontuou Figueira.

O número anual de óbitos por câncer do colo do útero, em mulheres residentes no Estado, passou de 194 em 2002, para 258 em 2011, representando um aumento de 24,80%; enquanto o número anual de óbitos por câncer de mama passou de 367 em 2002, para 569 em 2011 - um aumento de 35,51%. A população feminina do Estado de Pernambuco é de 4.635.364 mulheres.

Última modificação em Quinta, 14 Novembro 2013 20:12

twitter

Apoio..................................................

mercado_etico
ive
logotipo-brahma-kumaris