Editor

.

Linha Editorial

  • "Mídia Construtiva é também lançar o olhar crítico sobre problemas, apontar falhas, denunciar. Contribuindo para a corrente que tenta transformar o negativo em positivo."

    Leia mais ...
Domingo, 07 Março 2010 14:21

A arte de transformar lixo em cidadania

Por Jailson da Paz

O que seria lixo para muitos é artigo de luxo para a organização Trapeiros de Emaús. Criada há 13 anos, a entidade sobrevive de doações de material reciclável. E, principalmente, de equipamentos e eletrodomésticos.

Nas oficinas da instituição, máquinas de lavar, fogões, televisões, ventiladores, móveis, roupas e brinquedos velhos são recuperados e postos à venda. “Já ganhamos até um carro”, lembra o diretor Tiago Nascimento. As oficinas funcionam na comunidade da Linha do Tiro, bairro Dois Unidos, no Recife.

Outras fontes de sustento do movimento são papéis, vidros, alumínio e plástico. Empresas públicas e privadas estão na lista dos grandes doadores dos materiais recicláveis, mas há também doações de pessoas físicas.

As doações, explica Tiago, podem ser entregues na sede da instituição ou o doador pode agendar a coleta por telefone. A entidade possui dois veículos que recolhem materiais nos municípios da Região Metropolitana do Recife.

O que se arrecada com a venda dos produtos tem destino certo: a  realização de cursos profissionalizantes. São oferecidos atualmente os cursos de refrigeração, eletricidade, manutenção de micros e rede, autocad e NR-10.

A Trapeiros de Emaús já capacitou mais de cinco mil pessoas em seus treinamentos. O movimento nascido na França, em 1949, está presente em mais de 40 países. No Recife, teve como fundador Luís Tenderine, ainda integrante da diretoria da instituição.

Serviço:
Trapeiros de Emaús
Rua Mamede Coelho, 53, Dois Unidos, Recife
Fone: 3451-2247

 

Publicado em Blog

twitter

Apoio..................................................

mercado_etico
ive
logotipo-brahma-kumaris