Editor

.

Linha Editorial

  • "Mídia Construtiva é também lançar o olhar crítico sobre problemas, apontar falhas, denunciar. Contribuindo para a corrente que tenta transformar o negativo em positivo."

    Leia mais ...
Taiza Brito

Taiza Brito

apaz2Por Lydia Rebouças 

Sem dúvida, esta aprendizagem representa, hoje em dia, um dos maiores desafios da educação. O mundo atual é, muitas vezes, um mundo de violência que se opõe à esperança posta por alguns no progresso da humanidade.

A história humana sempre foi conflituosa, mas há elementos novos que acentuam o problema e, especialmente, o extraordinário potencial de autodestruição criado pela humanidade no decorrer do século XX.

A opinião pública, através dos meios de comunicação social, torna-se observadora impotente e até refém dos que criam ou mantém conflitos. Até agora, a educação não pôde fazer grande coisa para modificar esta situação real.

Poderemos conceber uma educação capaz de evitar os conflitos, ou de os resolver de maneira pacífica, desenvolvendo o conhecimento dos outros, das suas culturas, da sua espiritualidade?

É de louvar a idéia de ensinar a não-violência na escola, mesmo que apenas constitua um instrumento, entre outros, para lutar contra os preconceitos geradores de conflitos. A tarefa é árdua porque, muito naturalmente, os seres humanos têm tendência a supervalorizar as suas qualidades e as do grupo que a pertencem,e a alimentar preconceitos desfavoráveis em relação aos outros.

Por outro lado, o clima geral de concorrência que caracteriza, atualmente, a atividade econômica no interior de cada país, e sobretudo em nível internacional, têm a tendência de dar prioridade ao espírito de competição e ao sucesso individual.

De fato, esta competição resulta, atualmente em uma guerra econômica implacável e numa tensão entre os mais favorecidos e os pobres, que divide as nações do mundo e exacerba as rivalidades históricas. É de lamentar que a educação contribua, por vezes, para alimentar este clima, devido a uma má interpretação da idéia de emulação.

Que fazer para mudar a situação? A experiência mostra que, para reduzir o risco, não basta pôr em contato e em comunicação membros de grupos de diferentes (através de escolas comuns a várias etnias ou religiões, por exemplo).

Se, no seu espaço comum, estes diferentes grupos já entram em competição ou se o seu estatuto é desigual, um contato deste gênero pode, pelo contrário, agravar ainda mais as tensões latentes e degenerar em conflitos. Pelo contrário, se este contato se fizer num contexto igualitário, e se existirem objetivos e projetos em comuns, os preconceitos e a hostilidade latente podem desaparecer e dar lugar a uma cooperação mais serena e até amizade.

Parece, pois, que a educação deve utilizar duas vias complementares. Num primeiro nível, a descoberta progressiva do outro. Num segundo nível, e ao longo de toda vida, a participação em projetos comuns, que parece ser um método eficaz para evitar ou resolver conflitos latentes.

Lydia Rebouças é pró-reitora da Unipaz de Brasília

 

O Presídio Professor Aníbal Bruno (PPAB), no bairro do Sancho, no Recife, terá três Academias da Cidade. Os equipamentos serão os primeiros implantados dentro de uma unidade prisional no país.

O projeto, anunciado nesta terça-feira (30) pelos secretários estaduais Humberto Costa (Cidades) e Humberto Vianna (Ressocialização) durante o 1º Encontro de Gestores do Programa Academia das Cidades, integrará o plano de reestruturação do PPAB, já em curso, dividindo-o em três unidades prisionais e administrativas distintas.

A previsão é de que as obras das academias comecem no segundo semestre deste ano e que os equipamentos comecem a funcionar no início de 2011, num investimento de R$ 1,2 milhão por parte da Secretaria das Cidades que repassará os recursos à Secretaria de Ressocialização.

Cada academia terá pista de cooper, sala de ginástica, quadra poliesportiva, playground e área arborizada e funcionará dentro dos mesmos moldes de gestão das demais academias do Estado, com acompnhamento profissional das atividades físicas. Mudam apenas as regras de utilização, que serão ditadas pelas normas do presídio, segundo explicou Humberto Costa.

A ação reivindica a realização de um levantamento nacional sobre as crianças e adolescentes em “situação de moradia na rua” e uma política específica de inclusão social de suas famílias

aruaNesta terça-feira (30) acontecerão mobilizações simultâneas em mais de 10 capitais, entre elas o Recife, em defesa das crianças e adolescentes que vivem em situação de moradia nas ruas.

Centenas de crianças e adolescentes (muitos dos quais ex-moradores de rua) serão os atores desta mobilização. Eles são atendidos por diversas instituições parceiras da "Campanha Nacional Criança não é de Rua" que decidiram tomar uma atitude e demonstrar que não aceitam mais conviver com este escândalo nacional.

A encenação consiste numa caminhada na qual os protagonistas conduzirão cruzes de madeira, simbolizando o sofrimento diário das crianças que moram nas ruas. Cada pequeno ator representa um menino ou menina que ainda hoje dormirá nas ruas e praças das grandes cidades do Brasil.

O alerta do Comitê Nacional Criança Não é de Rua é de que sem políticas públicas integradas e direcionadas às famílias e comunidades não é possível solucionar de modo eficaz a problemática. A estimativa da ONU é de que 5 milhões de crianças vivam nestas condições, submetidas a inúmeras violações de direitos, no Brasil.

A ação reivindica ao Estado Brasileiro a realização de um levantamento nacional das crianças e adolescentes que vivem em “situação de moradia na rua”, dado imprescindível para a elaboração de uma política nacional para inclusão social destes seres humanos. Significa ainda um gesto concreto de solidariedade e será realizado em Aracaju, Carangola, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Maceió, Manaus, Palmas, Recife, Rio de Janeiro, São Luis, Teresina e Salvador.

A iniciativa faz parte da Campanha Nacional Criança Não É de Rua - uma mobilização Nacional em Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes em Situação de Moradia nas Ruas.

O movimento surgiu em 2005 e realizou seminários e pesquisas em todas as capitais visando sensibilizar a sociedade e o poder público para as violações de direitos sofridas pelas crianças e adolescentes que vivem nas ruas e por suas famílias.

 

Segunda, 29 Março 2010 22:30

Selo em homenagem a Zilda Arns

ArnsUm selo especial, em homenagem à Zilda Arns Neumann, médica pediatra e sanitarista que fundou e coordenou a Pastoral da Criança, Pastoral da Criança Internacional e Pastoral da Pessoa Idosa, foi lançado pela pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).

Na capital pernambucana o exemplar foi apresentado pela Arquidiocese de Olinda e Recife na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil Regional Nordeste 2 nesta segunda-feira (29). A tiragem é de 600 mil exemplares e o valor facial será de R$1,45.

A ilustração do selo é uma obra da artista plástica Thereza Regina Barja Fidalgo. Nele, o rosto de Zilda Arns divide o espaço com o desenho de famílias e com um coração branco, que representa a paz. Dentro, a frase “Para que todas as crianças tenham vida” e embaixo do coração, uma criança com os braços abertos em sinal de vitória.

Thereza e Zilda já haviam se conhecido no final da década de 80, quando a artista foi convidada para fazer as ilustrações de uma das primeiras edições do Catecismo “Crescendo com Jesus em comunidade”, adotado pela arquidiocese do Rio de Janeiro.

Zilda Arns dedicou sua vida a trabalhos de solidariedade, combatendo as doenças infantis e a desnutrição e morreu aos 75 anos durante terremoto que devastou o Haiti.

As metas e investimentos para o Projeto Nacional de Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no Turismo de 2010 serão detalhadas nesta terça-feira (30), em Brasília pelo ministro do Turismo (Mtur), Luiz Eduardo Pereira Barretto Filho, e o reitor da Universidade de Brasília (UNB), José Geraldo de Souza Júnior.

De olho na projeção internacional do Brasil e no crescimento do turismo deste ano, o Ministério e a Universidade decidiram impulsionar o projeto, com novas ações a serem adotadas em todo o Brasil. O objetivo dos coordenadores é aumentar o número de parceiros e formar mais multiplicadores a partir de 2010.

As ações levarão em conta a realização de dois grandes eventos mundiais: Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016, os quais o Brasil será a sede. A estimativa é de que com esses dois eventos haja um aumento de cerca de 600 mil turistas no Brasil, o que exige uma mobilização de muitos setores do governo federal e da sociedade.

De acordo com a Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), há mais de dois milhões de meninas e meninos vítimas de redes de exploração sexual, entranhadas na cadeia produtiva do turismo em todo o mundo. No Brasil, a situação é considerada crítica em muitas capitais litorâneas, inclusive no Recife, onde essas redes criminosas atuam impunemente.

Publicado pelo Diario de Pernambuco, na edição de 27.03.2010

Bonificação será paga a policiais, bombeiros, legistas e peritos a partir do dia 30 de abril

Foi sancionada no fim da tarde de ontem (26) pelo governador Eduardo Campos uma lei que prevê o pagamento a policiais civis e militares que cumprirem a meta anual de redução de homicídios em 12% no Estado.

A bonificação do Prêmio de Defesa Social (PDS) já será paga a partir do dia 30 do mês que vem. Ano passado, o governo alcançou o índice de 12,3% a menos em mortes violentas. O prêmio será concedido a mais de 30 mil policiais, bombeiros, legistas e peritos em todo o Estado.

O abono varia entre R$ 387,18 e R$ 3.963,60 de acordo com cada categoria. Em 2009 foi a primeira vez que o Estado conseguiu atingir a meta, desde a criação do programa Pacto pela Vida, há três anos. Em janeiro e fevereiro deste ano registra-se uma queda ainda mais acentuada nos homicídios, em torno de 14%.

O pagamento do primeiro abono custará aos cofres da Secretaria de Defesa Social R$ 27,5 milhões. Horas antes da assinatura da lei, a Associação Pernambucana de Cabos e Soldados (ACS-PE) entregou, no começo da tarde, um documento ao secretário estadual de administração, Paulo Câmara, em que cobra reajuste salarial de 93% com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) desde 2007. A entidade, que conta com 13,5 mil sócios, deu o prazo de 72 horas para o governo se pronunciar, no entanto não sinaliza um viés de greve.

"O índice de baixa criminalidade também foi trabalho dos policiais e bombeiros militares. Queremos esse reconhecimento. Os civis receberam um aumento salarial de 42%. Nós tivemos reajuste de 10%", disse Renílson Bezerra, um dos coordenadores da ACS-PE. Ele informou ontem à noite que teria hoje uma reunião com um representante da bancada governista na Assembleia para discutir o reajuste, mas não revelou o nome do deputado.

Na solenidade, Eduardo Campos disse que a nova lei ajudará a dar continuidade ao compromisso de redução da criminalidade. "Esse bônus não irá alimentar nossas despesas, mas irá recuperar a alma e o respeito que as nossas polícias haviam perdido, seja pela ineficiência, falta de disciplina ou de resultados", comentou.

Para o secretário de Defesa Social, Servilho Paiva, a lei representa um estímulo a mais. "Ao longo do ano, os policias receberam outros incentivos. Este é o primeiro coroamento de um ciclo que agora se fecha. É o sinal de que estamos no caminho certo", declarou.

Prevenção - Ainda como política de combate à violência, a Secretaria de Articulação Social lançou o programa Governo Presente ontem em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. Nos próximos dois meses, 34 ações serão coordenadas no municípios em trabalho integrado por dez secretarias. O público-alvo são cerca de 34 mil pessoas dos bairros de Arthur Lundgren I e II. A iniciativa, que promove cursos e atividades pela cultura de paz, educação e cultura, já atua em outras 13 localidades. Desde novembro de 2008, quando foi lançado em Santo Amaro, o programa já atendeu mais de 90 mil pessoas.
 

Publicado no site do Estadão em 26.03.10

O ex-vice-presidente americano Al Gore e o diretor de cinema James Cameron defenderão a preservação da Amazônia no Fórum Internacional de Sustentabilidade que começou na sexta-feira (26), em Manaus, e segue neste final de semana.

O diretor dos premiados filmes "Uma Verdade Inconveniente" e "Avatar" será orador especial no evento, que contará com a presença de ecologistas e representantes de governos e instituições que lutam pela preservação da Floresta Amazônica e do meio ambiente.

O ex-vice-presidente americano e Prêmio Nobel da Paz 2007 falará da conservação da Amazônia como fator importante para deter o aquecimento global, segundo os organizadores do fórum.

Cameron, por sua vez, falará de sua experiência pessoal como cineasta na hora de sensibilizar a sociedade sobre a urgência de atuar em prol do meio ambiente, tema da fantástica aventura "Avatar".

A abertura do evento ficará a cargo do governador do Amazonas, Eduardo Braga, que passará o bastão ao cientista americano Thomas Lovejoy, considerado um dos pioneiros no estudo e na preservação da Floresta Amazônica.

A previsão é que o evento, cujo objetivo é definir práticas ecológicas e sustentáveis e maneiras de difundi-las na sociedade, reunirá cerca de 300 representantes de empresas brasileiras e das várias esferas governamentais.

Além de buscar um compromisso político e empresarial por parte dos participantes, os organizadores do fórum querem ainda demonstrar o valor econômico e ambiental do "pulmão verde do planeta" e apontar as consequências de sua degradação para todo o mundo. 

Sexta, 26 Março 2010 20:44

Apague a luz por uma hora!

aluzCom informações de Rogério Ferro, do Instituto Akatu

No dia 27 de março, entre as 20h30 e 21h30, faça uma experiência: abra as janelas da sua casa ou apartamento, apague as luzes e tente descobrir a beleza da luz natural. Além de viver um momento diferente e agradável, você estará participando de uma manifestação pacífica em favor da redução das emissões dos gases do efeito estufa – que causam o aquecimento global – e da conservação dos ecossistemas. Trata-se do movimento global Hora do Planeta 2010, organizado pela WWF em defesa da conservação do planeta.

Segundo os organizadores, é uma oportunidade crucial que as pessoas têm de manifestar sua preocupação com as mudanças climáticas. Para este ano, o movimento já conta com a adesão de quase 2 mil cidades espalhadas por mais de 100 países (foram 88 na edição passada).

No Brasil, já aderiram mais de 14 mil pessoas, 176 organizações e 1035 empresas de quase 30 cidades, entre elas 10 capitais. São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba e Belo Horizonte, Rio Branco e Recife estão entre elas.

No Recife, a Assembleia Legislativa de Pernambuco adere à campanha pelo segundo ano consecutivo, desligando as luzes de seu prédio histórico, o Palácio Joaquim nabuco, fundado em 1875. Também serão apagadas as luzes de seis prédios anexos do parlamento estadual, por proposta do deputado Isaltino Nascimento acatada pela primeira-secretaria da Casa.

Simbolismo - O ato simbólico de apagar as luzes foi escolhido por ser uma ação simples, que pode ser realizada por qualquer pessoa em qualquer lugar. Entretanto, alguns monumentos famosos pelo mundo como Torre Eiffel (Paris), a Grand Palace (Bangcoc), London Eye, (Londres), Empire State Building (Nova Iorque), Fontana di Trevi (Roma). No Brasil, pontos famosos como o Cristo Redentor (Rio de Janeiro), Praça da Alfândega (Porto Alegre), Ponte Estaiada (São Paulo) e Estufa do Jardim Botânico (Curitiba) também vão chamar a atenção do público.

O Instituto Akatu pelo Consumo Consciente e algumas de suas empresas parceiras apóiam esta iniciativa. O Akatu acredita que ações como essa ajudam a conscientizar os consumidores sobre a necessidade urgente de medidas no combate ao aquecimento global. E despertam a reflexão sobre as pequenas mudanças nos hábitos cotidianos, que provocam grande impacto quando praticadas por todos.

Interessados em se cadastrar (pessoas, organizações e empresas) devem acessar o site do movimento e para assistir ao filme da campanha de 2010, clique aqui.

Uma reivindicação antiga dos movimentos de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros (LGBT) foi atendida pela portaria número 357, de autoria do secretário de Defesa Social de Pernambuco, Servilho Paiva, publicada no último dia 8 de março.

 Pelo documento, que disciplina o uso de categorias e definições sobre a motivação de mortes violentas intencionais (CVLI), a homofobia foi incluída no rol utilizado nos relatórios policiais sobre este tipo de crime, motivado pela condição homossexual da vítima.

Outra novidade foi a inclusão das categorias racismo, para crimes de morte cometidos pela condição étnica ou racial da vítima. Também constam na lista as motivações Conflito Agrário, Político e Religioso.

A lista completa de motivações para homicídios está disponível no site da Secretaria de Defesa Social (www.sds.pe.gov.br).

Segundo comunicado da SDS, a portaria teve a finalidade de padronizar e dar maior precisão ao processo de consolidação dos dados estatísticos relativos à motivação de mortes violentas intencionais.  

As informações deverão ser incorporadas pelos órgãos operativos, de modo a ajustar seus relatórios diários, bancos e bases de dados, bem como seus sistemas de informações vigentes, ou que vierem a serem criados.

Sexta, 26 Março 2010 19:24

Encontro dos Pontos de Cultura

ateia

Até a próxima quarta-feira Fortaleza (CE) estará sediando os encontros da Teia Brasil 2010 - Tambores Digitais, que reune mais de três mil participantes dentre artistas, delegados e representantes de Pontos de Cultura de todo o país, conveniados com o Ministério da Cultura, por meio do Programa Cultura Viva, e com os Estados e municípios, em parceria com o Programa Mais Cultura.

Durante a realização deste 4º Encontro Nacional de Pontos de Cultura, serão promovidos o 3º Fórum Nacional de Pontos de Cultura, a Teia das Ações – Conceitos e Práxis e a Mostra Artística, para a qual foram selecionados cerca de 90 propostas: espetáculos de música e apresentações de artes cênicas, de artes visuais, de artes integradas e de cultura popular.

A Teia Brasil 2010 contará, ainda, com outras diversas atividades abertas ao público como homenagens, cortejos e mais manifestações culturais. Toda a programação será desenvolvida no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Rua Dragão do Mar, nº 81, Praia de Iracema), em Fortaleza.

Saiba mais sobre o evento: www.teia2010.org.br.

twitter

Apoio..................................................

mercado_etico
ive
logotipo-brahma-kumaris