Editor

.

Linha Editorial

  • "Mídia Construtiva é também lançar o olhar crítico sobre problemas, apontar falhas, denunciar. Contribuindo para a corrente que tenta transformar o negativo em positivo."

    Leia mais ...
Domingo, 21 Novembro 2010 01:43

Salvador ganha Museu Nacional da Cultura Afrobrasileira

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

visita-ao-muncab-009Por Taíza Brito, com informações do Ministério da Cultura

Salvador estará em festa nesta segunda-feira, 22 de novembro. Dois dias após o Dia da Consciência Negra, o ministro da Cultura, Juca Ferreira, assinara na capital soteropolitana a liberação de R$ 3,8 milhões da primeira parcela do convênio que apoiará o Museu Nacional da Cultura Afrobrasileira (Muncab), no Centro Histórico de Salvador.

Estarão presentes à solenidade o governador da Bahia, Jaques Wagner, e o presidente da Sociedade Amigos da Cultura Afrobrasileira (Amafro), José Carlos Capinan. Ainda este ano, o museu receberá mais R$ 1,8 milhão e, para 2011, está prevista a liberação de outros R$ 4,3 milhões, num total de aproximadamente R$ 10 milhões.

A cerimônia começa com uma coletiva de imprensa às 16h, na sede do Muncab, antigo prédio do Tesouro. Logo depois será celebrado o convênio entre o MinC e a Amafro e, em seguida, apresentações musicais encerram a cerimônia. Haverá shows de Carlinhos Brown, Olodum, Ilê Ayiê, entre outros.

O Muncab ocupará também a antiga sede do Pronto-socorro Municipal. Os dois prédios estão sendo restaurados, numa ação que faz parte do processo de revitalização do Centro Histórico. A proposta de construir um museu afrobrasileiro no Estado com maior população negra do Brasil foi da Amafro e já há um planejamento de ações até 2020.

O museu deve funcionar como um centro de referências e articulação de memórias locais e nacionais. Diversas comunidades do entorno do Muncab já foram consultadas e acordaram em funcionar em rede com o museu, que divulgará as memórias preservadas por elas.

Os prédios do Tesouro do Estado e do antigo Pronto-socorro Municipal são imagens representativas da vida de Salvador. Os edifícios foram construídos na década de 20, durante o governo Seabra, com a mesma técnica, porém em estilos arquitetônicos diferentes. Ambos estão sendo restaurados com recursos do Ministério da Cultura.

O investimento na recuperação dos imóveis é de mais de R$ 2 milhões. Depois de restaurados e modernizados, os prédios deverão receber plenamente o Museu Nacional da Cultura Afrobrasileira (Muncab).

Mesmo em obras, já foi realizada uma exposição sobre as proximidades culturais entre Benin e Brasil, de novembro de 2009 a janeiro de 2010, intitulada “O Benin está vivo ainda lá”, com curadoria de Emanoel Araújo. O acervo do museu contará com obras vindas da Universidade Federal da Bahia (UFBA), do Centro de Estudos Afro-Orientais e da Fundação Pierre Verger.

Serviço:

Cerimônia de assinatura da ordem de empenho do apoio do MinC ao Muncab

Segunda-feira, 22 de novembro de 2010, 16h

Sede do Muncab: Rua do Tesouro, s/nº, Centro Histórico de Salvador (próximo ao Terminal da Rua Chile) – Bahia

Última modificação em Domingo, 21 Novembro 2010 01:53

twitter

Apoio..................................................

mercado_etico
ive
logotipo-brahma-kumaris