Editor

.

Linha Editorial

  • "Mídia Construtiva é também lançar o olhar crítico sobre problemas, apontar falhas, denunciar. Contribuindo para a corrente que tenta transformar o negativo em positivo."

    Leia mais ...
Segunda, 08 Julho 2013 12:28

Teatro da Espontaneidade onde o público é o autor e ator de suas próprias histórias

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
 
 
Na próxima quarta-feira (10 de junho), às 19h, o Teatro Joaquim Cardozo recebe um espetáculo teatral que foge aos moldes tradicionais e que teve surgimento em Viena em 1921, pelo criador do psicodrama Jacob Levy Moreno. O Teatro da Espontaneidade proposto pela psicodramatista pernambucana Mônica Caluete terá como atores um grupo de profissionais da área ( Alcione Melo, Carla Maldonado, Carlos Eduardo, Noemi Glasner, Joelson Passos e  Vanessa Benevides, além da própria plateia).
Esta será a primeira apresentação (ou sessão) promovida pelo grupo e a entrada custa R$ 5.
Saiba um pouco mais:
 
O objetivo principal do Teatro da Espontaneidade Vienense (Stegreiftheater), entre 1921 e 1923, era desencadear uma revolução no teatro, a ponto de provocar uma transformção nos eventos teatrais.
 
Essa mudança foi feita de quatro maneiras:
 
1) Eliminando-se o dramaturgo e o texto escrito;
2) Contando com a participação da plateia para que o teatro se tornasse um “teatro sem espectadores “ – todos participam, todos são atores;
3) Os atores e a plateia são os únicos criadores. Tudo é improvisado: o texto, a encenação, a temática, as palavras, o encontro e a resolução dos conflitos;
4) O velho palco desaparece e em seu lugar surge o palco aberto. O palco-espaço, o espaço aberto, o espaço da vida, a vida enfim.
 
 
SERVIÇO
Teatro da Espontaneidade
Quando: 10 de julho (quarta), às 19h
Onde: Teatro Joaquim Cardozo (Rua benfica, 157, Madalena)
Quanto: R$ 5
Informações: 81.3227.0657
Última modificação em Segunda, 08 Julho 2013 12:38

twitter

Apoio..................................................

mercado_etico
ive
logotipo-brahma-kumaris