Editor

.

Linha Editorial

  • "Mídia Construtiva é também lançar o olhar crítico sobre problemas, apontar falhas, denunciar. Contribuindo para a corrente que tenta transformar o negativo em positivo."

    Leia mais ...
Quinta, 04 Março 2010 12:06

O mundo de cada um

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

*Maria Clara Vergueiro

Há cinco anos, quando fiquei grávida pela primeira vez, meu avô, na época com 88 anos, me disse que não entendia como é que nós tínhamos ânimo para ter filhos num mundo “como este”. Acrescentou que se vivesse a juventude no século XXI jamais se aventuraria numa empreitada deste tamanho. Logo ele, que nasceu no ápice da gripe espanhola e fim da Primeira Guerra, foi espectador da ida do irmão para lutar e desativar minas durante a Segunda e professor de universidade pública no período mais violento das ditaduras na América Latina.

Ninguém escapa de nascer num mundo cheio de antagonismos, diferenças e injustiças, não importa a época em que se tenha vivido ou ainda se vá viver. Bonito é ver as pessoas buscando maneiras de amaciar a vida, torná-la mais possível, no contrafluxo dos egoístas e pobres de espírito que sempre existirão. Sempre estarão a rondar as cabeças dos que pensam saídas, porque sem as imperfeições do mundo não se chega a construir soluções.

Então eu prefiro pensar que o nosso século é tão cheio de problemas e desafios quanto de respostas generosas para eles. Prefiro acreditar, quando vejo minha filha, tão pequena, selecionando o lixo certo na lixeira certa, que ela já traz consigo os caminhos para viver no mundo em que chegou. Prefiro apostar nos projetos que vejo sendo desenvolvidos em grandes empresas, que já foram inimigas do equilíbrio, e que hoje investem na formação de seus funcionários, capacitando-os a atuarem em suas mais variadas comunidades.

Para sobreviver a qualquer época é preciso ganhar as ferramentas necessárias para atuar nela. Já foi preciso ter espadas, cavalos, tanques de guerra, tecnologia de ponta, a Bíblia. Hoje o bem mais valioso que pode haver é a educação. Não apenas a educação das escolas, mas as chaves certas para habitar um mundo colaborativo. O mundo não gira mais sozinho, não se faz mais política sozinho, não se controla uma empresa sozinho. Tudo tem que ser feito em conjunto e, nesse sentido, a educação, essa “formação universal” para atuarmos no mundo, é a língua que todos entendem e compartilham.

* Integrante do Blog Asboasnovas.com, do site Mercado Ético

Última modificação em Quinta, 04 Março 2010 13:46

twitter

Apoio..................................................

mercado_etico
ive
logotipo-brahma-kumaris