Editor

.

Linha Editorial

  • "Mídia Construtiva é também lançar o olhar crítico sobre problemas, apontar falhas, denunciar. Contribuindo para a corrente que tenta transformar o negativo em positivo."

    Leia mais ...

A série Recife por trás dos Morros segue hoje (11) com uma história de superação, que todos os dias se repete no Morro da Conceição. Confira no post a seguir:

P3100113

Por Ericka Melo

 

É com a frase acima que o professor de música Manoel Santana define a missão do Centro de Reabilitação e Valorização da Criança (Cervac), localizado no Morro da Conceição, no Recife, referência no atendimento a portadores de deficiência.

O mais difícil ao visitar a instituição é não se emocionar diante dos sorrisos de superação das crianças atendidas no local, cujos olhos espelham a beleza da vida. Tudo isso fruto do incentivo que recebem para mostrarem sua criatividade, alegria e musicalidade.

Criado há 22 anos, o centro trabalha para minimizar o preconceito e a falta de informação sobre as limitações dos portadores de síndromes e deficiências. "Eles tem muito a mostrar e é que ensinamos", explica Manoel Santana.

Atualmente 300 pessoas, entre crianças e adolescentes recebem assistência familiar, social e jurídica e tem acesso a tratamentos com fonoaudiólogos, psicólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, programa de atenção à saúde, além de atividades de educação inclusiva.

O Cervac ainda participa dos conselhos e conferências de saúde e mantem parcerias com entidades do movimento popular.

 

Publicado em Blog
Quinta, 11 Março 2010 19:12

Música como propósito terapêutico

P3100103Por Ericka Melo

As atividades artísticas culturais desenvolvidas no Cervac enchem de vida os garotos e garotas atendidos pela entidade. Basta assistir a uma das apresentações da Banda Cervac Força Especial para se convencer disso.

O grupo, formado por 16 crianças e adolescentes, não se intimida diante da câmera e participa do ensaio mostrando que o universo da música também pertence a eles.

A animação dos componentes da banda é contagiante e as letras cantadas levam à reflexão. Na música “Sopa de Papelão”, o grupo mostra o paradoxo de convivermos em cidades com diferenças tão grandes entre os mais ricos e os mais pobres. “Cidade grande e bonita e seus arranha-céus/ enquanto os morros comem sopa de papel...”. P3100111

Já em “Desative seus preconceitos” os meninos e meninas do Cervac enfatizam que para mudar a realidade basta atitude “Acredite que vai dar certo, se você estiver por perto/dando amor, dando carinho, nunca vou estar sozinho...”, entoam.

Manoel Santana, um dosP3100106 fundadores da banda, diz que se sente muito feliz com o trabalho. “A música tem força de melhorar a qualidade de vida e estacionar algumas deficiências. O prazer com que eles se empenham a aprender é o estímulo da felicidade”, garante. O professor também se orgulha de estar junto com o grupo na busca por reconhecimento, igualdade e em minimizar o preconceito.

Além da banda, o Cervac também mantem o grupo de dança Arco Iris dos Sonhos, composto por 16 adolescentes, entre eles oito portadores de deficiência. 

Publicado em Blog
Quinta, 11 Março 2010 19:08

Campanha para ampliar atendimento

Por Ericka Melo

P3100116

O Cervac lançou recentemente a Campanha Amigos Colaboradores, que objetiva ampliar a capacidade da instituição para atender a outras crianças e adolescentes.

“Recebemos o que pode ser dado. Seja doações de recursos, alimentos ou trabalho voluntário”, informou Michelle Cristina, coordenadora de comunicação da entidade, que convida as pessoas a visitar e colaborar com o Cervac.

 Faça sua parte!

Cervac – Centro de Reabilitação e Valorização da Criança

Praça Morro da Conceição, 211 – Morro da Conceição

Fone: (81) 3268.8527

Publicado em Blog
Pagina 2 de 2

twitter

Apoio..................................................

mercado_etico
ive
logotipo-brahma-kumaris